Medalha Comemorativa: Campanhas das Forças Armadas Portuguesas

A MEDALHA COMEMORATIVA DAS CAMPANHAS DAS FORÇAS ARMADAS PORTUGUESAS, criada em 30/11/1916, pelo Decreto n.º 2870, em conjunto com a Cruz de Guerra, serviu inicialmente para comemorar as campanhas das forças armadas fora de Portugal metropolitano, principalmente no contexto da entrada portuguesa na I Guerra Mundial.

Conforme indica o artigo 6.º do Regulamento específico a esta medalha, publicado a 18/1/1917, a medalhas das Campanhas vinha também em ligação directa à medalha da rainha D. Amélia, que desde 1902, servia como medalhas geral de campanhas. Todas as passadeiras que foram aprovadas para esta última poderiam ser usadas na nova medalha.

A MEDALHA COMEMORATIVA DAS CAMPANHAS é atribuída “aos militares que tenham servido em situação de campanha” (Art. 46.º do Regulamento de 2002).

 

 

DESENHO
ANVERSO: emblema nacional rodeado de um listel circular com a legenda «CAMPANHAS E COMISSÕES ESPECIAIS DAS FORÇAS ARMADAS PORTUGUESAS», em letras de tipo elzevir, maiúsculas, a legenda cercada de duas vergônteas de louro, frutadas e atadas nos topos proximais com um laço largo; encimando este conjunto, uma coroa mural de cinco torres.
REVERSO: disco tendo, na parte superior, uma Bandeira Nacional; sobrepostas a ela, e medindo quase todo o diâmetro, as figuras de um soldado do Exército, à dextra, um soldado da Força Aérea, ao centro, e um marinheiro da Armada, à sinistra, de pé e firmados num pedestal; o disco rodeado da legenda «ESTE REINO É OBRA DE SOLDADOS», em letras de tipo elzevir, maiúsculas, num listel circular, rematado inferiormente por um laço largo; encimando este conjunto, uma coroa mural idêntica à do anverso.

FONTES
– Decreto-Lei n.º 316/2002 de 27 de Dezembro – Regulamento da Medalha Militar e das Medalhas Comemorativas das Forças Armadas;
– MELO, Olímpio de (1923), Ordens Militares Portuguesas e Outras Condecorações, Lisboa: Imprensa Nacional de Lisboa;
– OLIVEIRA, Humberto Nuno de (2005), “World War I Portuguese Campaign Medal Bars”, in: JOMSA, Volume 56, Number 4, July-August 2005.


Sobre Jorge Quinta-Nova 71 artigos
Rato de biblioteca. Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas na UAL, pesquisa desde 2007 o Exército Português nos finais do Antigo Regime, durante as Guerras Revolucionárias, principalmente Carlos Frederico Lecor, de quem anda reconhecidamente Em Busca. É um reputado amante da Medalha Militar, entre a fundação em 1863 e 1911.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*